Séries

Primeiras impressões de Young Sheldon

Versão infantil de Sheldon encanta logo de cara

A série mais esperada desta fall season finalmente estreou! Sim, estou falando de Young Sheldon, spin-off de The Big Bang Theory. Criada por Chuck Lorre e Steven Molaro, a série vai abordar a infância de Sheldon, e já posso adiantar que algumas coisas que o personagem fala sobre o seu passado na série original aparecem logo na season premiere.

Com direção de Jon Favreau e a narração de Jim Parsons, o episódio de 30 minutos faz uma leve introdução à família de Sheldon, apresentando os pais, os irmãos e, é claro, o protagonista vivido por Iain Armitage (Big Little Lies) que, na minha opinião, foi a escolha certa para este papel. A série não perde tempo em mostrar as características peculiares do personagem de The Big Bang Theory, só que agora sabemos como tudo se originou. Desde pequeno, Sheldon ama trens e já fazia os seus testes físicos mirabolantes no porão de sua casa. Brincar no jardim e com outras crianças? Fora de cogitação. Seus momentos de diversão favoritos são ir à loja tecnológica RadioShack e assistir ao programa apresentado pelo Professor Proton. Quem se lembra dele? Além disso, desde os nove anos, Sheldon já adorava jogar os famosos jogos dentro do carro, da qual estamos bem acostumados a ver o Sheldon mais velho jogar. Eu gostei muito de ver a origem de cada mania e cada característica do protagonista e espero que a série explore bem mais isso. Essa é a grande chance.

The Big Bang Theory - 11X01: The Proposal Proposal

O maior plot dessa season premiere se passa na escola, momento em que o Sheldon faz a transição precoce do ensino fundamental para o ensino médio, afinal ele é ainda novo demais. Claro que a sua sinceridade e o seu bom senso em seguir todas as regras a finco não ficariam de fora, e o garoto não perde tempo em apontar o dedo para aqueles que estão violando tais regras. No entanto, achei que a série poderia ter dividido esse tempo para mostrar a aptidão especial de Sheldon ao invés dele ficar fissurado no manual do código de conduta da escola. Mas é possível relevar, afinal esse é o primeiro episódio e ainda há tempo para desenvolver várias coisas legais para render uma boa história.

Se você gostou do Sheldon, então você vai curtir bastante a interação estranha dele com os seus pais, principalmente, com os seus irmãos. Outra personagem que se destaca é Missy Cooper (Raegan Revord), a irmã gêmea de Sheldon, a mais bocuda da família. Ela não perde tempo em soltar palavrões e provocar o irmão, seja na mesa do jantar ou na igreja. Missy é uma personagem promissora e torço muito para que os roteiristas escrevam bons plots para ela. Junto com o Sheldon, acredito que ela vai cair na graça do público. Claro que o irmão mais velho, Georgie Jr. (Montana Jordan) não pode ficar de fora, até porque quero saber mais sobre ele e como ele lida com as peculiaridades do irmão mais novo.

Sabe qual relação eu realmente estou interessada em saber? É a de Sheldon com o pai, George Cooper (Lance Barber). Mesmo com momentos engraçados, a série emociona com as cenas de pai e filho, afinal, a relação deles é estranha, mas é boa. Outra questão que a série deverá abordar mais pra frente é a morte do pai, já que em The Big Bang Theory o personagem fala sobre isso, mas não se aprofunda no assunto.

Quem também não fica para trás é a mãe mais abençoada da série: Mary Cooper, interpretada por Zoe Perry, filha da atriz Laurie Metcalf que interpreta a mãe de Sheldon em TBBT. A série também pontua a religiosidade da personagem e sua afinidade com Deus, algo que ela sempre bate de frente com o filho, já que ele não acredita no Senhor. Por conhecer o filho que tem, ela aceita numa boa, mas tenta ajudá-lo a se adaptar ao mundo lá fora. A forma como Sheldon a descreve nessa season premiere é muito fofa.

Considerações finais

Young Sheldon começa com o pé direito, com uma boa apresentação da história, uma trilha sonora leve, calma e muito envolvente, personagens extremamente cativantes que fazem o público querer saber mais sobre essa família. A série tem tudo para dar certo, pois a história tem muitos pontos para serem explorados que farão o telespectador não perder um episódio desta temporada. A faca e o queijo estão na mão. Agora é uma questão de tempo para saber se irão usar corretamente.

Young Sheldon retorna com novos episódios em novembro.

Avaliação

Melhor cena: Sheldon conversando com o pai; Sheldon e Missy se provocando; Sheldon com a mãe.

Melhor personagem: todos

Nota: 8,5

Fotos: IMDB e Recap Guide