Filmes

Resenha: Duas de Mim

E se existisse uma cópia sua? O que você faria?

Eu adoro quando vou assistir a um filme sem expectativas ou pretensão nenhuma de gostar e, ao final, saio surpreendida por ter me divertido tanto. Desta vez estou me referindo ao Duas de Mim, primeiro longa dirigido por Cininha de Paula. O filme acompanha a história de Suryellen (Thalita Carauta), mãe, esforçada e trabalhadora quase 24 horas por dia, o que ainda não e suficiente para fazer tudo que precisa para manter a sua família. Acorda antes da 5h da manhã para preparar as marmitas para a vizinhança, deixa bilhetes das tarefas do dia para o seu filho, entrega todas as encomendas do dia e ainda cumpre as horas finais do seu dia no restaurante onde lava a louça. Cozinheira de mão cheia, sempre sonhou em ser chef, mas como tantas mulheres que precisam se dividir em várias para dar conta das tarefas, Suryellen só não tem tempo para ser feliz e realizar os seus sonhos. Um dia, ela conhece uma boleira misteriosa que lhe concede a chance de realizar o seu maior desejo. Só que na hora de fazer o seu pedido, ela pede para ter uma pessoa igual a ela para ajudar nas tarefas. Assim, o desejo vira realidade e Suryellen ganha uma cópia dela mesma. A partir daí, a vida da cozinheira muda radicalmente com mais altos e baixos e confusões que fazem o público se divertir bastante.

Com um roteiro simples e objetivo, a história não tem nada de complexo de entender. No entanto, a narrativa surpreende por apresentar algumas situações semelhantes à nossa realidade que vão desde um reality show bastante conhecido pelo público até a mulher esforçada e trabalhadora que precisa se dividir em várias para, no final do dia, ter cumprido as suas tarefas além de deixar a sua família feliz e despreocupada. Uma das coisas que eu mais gostei é que o filme apresenta um reality show bastante parecido com o Masterchef, inclusive, até os jurados apresentam semelhanças com os originais do reality show. No longa, temos a participação especial do chef Claude Troisgros como jurado principal e, ao lado de seus companheiros, ele comanda o programa em que Suryellen concorre para ganhar o prêmio com o objetivo de mudar de vida. Mesmo com algumas situações um pouco absurdas, esse arco rende cenas engraçadas que farão o espectador se divertir e rir espontaneamente sem esforço algum. As piadas são leves e fluem sem soar forçado, com direito até de um anão correndo pelas ruas loucamente e derrubando tudo o que vê pela frente. É isso mesmo! Se você quer saber como isso acontece, assista ao filme.

Em Duas de Mim, o que realmente chama a atenção é a construção dos personagens. Aqui o grande destaque vai para Thalita Carauta, que se desdobra em duas e nos entrega duas ótimas personagens, bem distintas e com personalidades interessantes que vão conquistar o público. Suryellen representa a mulher trabalhadora, que se esforça ao máximo para manter o equilíbrio financeiro da família e, mesmo não conseguindo em algumas ocasiões, ela não deixa a peteca cair e continua ralando dia e noite para dormir com a consciência tranquila. A personagem encanta justamente por mostrar a força que tem o que faz muitas mulheres se identificarem com ela.

Sessão Pipoca: Divórcio

Assim como Suryellen, a sua cópia não fica para trás em nenhum momento, representando a mulher trabalhadora que encontra um tempo na sua agenda para ser feliz. A cópia é divertida, animada, escrachada e bocuda. Ela ajuda e alegra a cozinha do restaurante onde Suryellen trabalha, se encanta com Chicão, come pizza e assiste a novela com a mãe e a irmã de Sury, entre outras coisas. A cópia nada mais é do que a representação da mulher que pode sim encontrar a felicidade aonde quiser e com quem quiser independente da carga de afazeres que tem ao longo dia. Ela mostra que é possível ser feliz acima de tudo, sem dever satisfações a ninguém. Mas o mais interessante é que, em determinado ponto do filme, Suryellen e a cópia passam a se estranhar, entrando em uma competição para mostrar quem é a melhor. Não estava esperando tal rixa, mas diverte além de ser a cereja do bolo.

Outro personagem que também surpreende é Chicão, interpretado pelo cantor Latino. O filme brinca com o personagem que é cover do cantor nas horas vagas e o público consegue enxergar bem o personagem, distinguindo do cantor. Digo isso, pois muitas vezes, é complicado quando uma figura tão conhecida faz um filme e o público não consegue separar o personagem da pessoa real. Neste caso, Latino entrega um papel leve e descontraído, especialmente quando ele interage com Suryellen e sua cópia ao mesmo tempo.

Mesmo com poucas cenas, Letícia Lima manda bem na pele de Sarelly, irmã de Suryellen. Adolescente, Sarelly não dá a mínima para a vida adulta, muito menos para o esforço da irmã. Ela nem liga para as contas e ainda usa o dinheiro da conta de luz para pagar a pizza (isso não é spoiler, está no trailer). Quando arranja algum trabalho, aceita o pagamento em lanches. Sarelly é engraçada na medida certa, mas o público só não se diverte mais, porque a personagem aparece bem pouco.

Considerações finais

O filme termina ao som de Latino e esse final não poderia ser melhor. Duas de Mim é uma comédia leve, divertida, que não abusa de piadas escrachadas e nem força o público a rir. Por mais que algumas cenas sejam até absurdas (como a cena do anão), o filme nos entrega uma boa história sobre uma mulher que se desdobra em duas e luta com ela mesma para realizar o seu sonho e, finalmente, encontrar a sua felicidade em meio a tanto trabalho e esforço diário. Além da protagonista, os demais personagens são cativantes e vão conquistar o espectador do começo ao fim. Duas de Mim é um filme que não cria muitas expectativas nas propagandas, mas ao final da sessão, o público sai satisfeito por ter assistido algo bom.

Ficha Técnica

Duas de Mim

Direção: Cininha de Paula

Elenco: Thalita Carauta, Latino, Letícia Lima, Alessandra Maestrini, Marcio Garcia, Luma Costa, Polly Marinho, Maria Gladys, Stella Miranda, Nizo Neto, Gil Coelho, Gabriel Lima, Claude Troisgros, Flávia Quaresma e Andre Mifano.

Duração: 1h22min

Nota: 7,5