Filmes

Sessão Pipoca: Diário de um Banana: Caindo na Estrada

Filme é baseado no 9º livro de Jeff Kinney

Assim que anunciaram a estreia de Diário de um Banana: Caindo na Estrada, confesso que fiquei feliz, pois sou leitora dos livros de Jeff Kinney e me divirto muito com as aventuras e atrapalhadas de Greg. E o que me deixa ainda mais feliz é o fato da adaptação seguir fielmente o livro e ainda acrescentar elementos que deixam a trama igualada ao que está na moda nos dias de hoje. O filme é clichê e tem aquele estilão “Sessão da Tarde”? Sim e muito! Mas nem por isso você deixará de se divertir no cinema, assim como eu me diverti.

Já assistiu Como Se Tornar um Conquistador?

Dirigido por David Bowers, a trama é uma adaptação do 9º livro da franquia que vai nos levar para acompanhar a nova aventura dos Heffley. Desta vez, a família irá embarcar em uma road trip para comemorar os 90 anos da vovó Heffley. No entanto, Greg altera um pouco o roteiro para ir assistir a uma convenção de gamers para, assim, se tornar famoso e tirar a impressão que deixou após um acidente em uma lanchonete. Lógico que essa viagem não poderia ser tranquila, pois uma sucessão de incidentes acontece para deixar o momento ainda mais hilário e marcante para a família.

Após os filmes Diário de um Banana: Rodrick é o Cara e Diário de um Banana: Dias de Cão, o novo filme traz uma nova história dos Heffley nos cinemas, com um elenco totalmente renovado. Desta vez, temos Alicia Silverstone como a matriarca Susan; Tom Everett Scott como o pai Frank; Charlie Wright no papel de Rodrick; Owen Asztalos como Rowley; e, por fim, Jason Ian Drucker no papel de principal do jovem Greg. Mesmo com um novo time na atuação, a história não fica a desejar e acredito que os fãs dos livros sairão satisfeitos e felizes com a nova produção.

Como disse anteriormente, o filme é repleto de cenas clichês, ou seja, o que não vai faltar é confusão, atrapalhadas e reviravoltas divertidas ao longo da história. Quando digo clichê seria, por exemplo, o carro enguiçar no meio da estrada e uma série de incidentes acontecer; a mãe dizer para não fazer uma coisa e os filhos fazem; o pai apoiar as decisões e regras impostas pela esposa, mas escapar de algumas quando algo é do seu interesse, e assim por diante. Além disso, os personagens estão bem caricatos no filme, fazendo poses de efeito e protagonizando cenas ao estilo desenho animado. É difícil descrever, mas quem for assistir vai entender o que estou falando. Pode ser que alguns se incomodem com isso, mas aconselho a não levar a sério, pois é uma comédia que está ali para entreter e não para ser analisado a ferro e fogo.

Maratona Death Note

Dois pontos interessantes do filme são as cenas que mesclam os desenhos do livro com cenas reais, com o objetivo de mostrar que aquilo realmente faz parte da história contada por Kinney. Além disso, David Bowers tomou o cuidado de adicionar elementos que deixassem a trama ainda mais atual, como o sucesso dos memes na internet e os famosos youtubers de games. Sem dúvida, esses dois elementos garante cenas bastante divertidas do filme.

Diário de um Banana: Caindo na Estrada traz de volta aos cinemas o sucesso dos livros de Jeff Kinney, com um elenco renovado, um roteiro clichê, redondo e satisfatório, elementos que deixam a trama mais moderna e personagens caricatos que garantem uma diversão light de acompanhar. É uma ótima chance para a criançada ir ao cinema e, de brinde, uma diversão leve para os adultos.

Ficha Técnica

Diário de um Banana: Caindo na Estrada

Direção: David Bowers

Elenco: Jason Ian Drucker, Alicia Silverstone, Tom Everett Scott, Charlie Wright, Owen Asztalos, Chris Coppola e Danny Vinson.

Duração: 1h40min

Nota: 7,5